descarte de entulho de obra

Afinal, como descartar entulho de obra de forma correta?

Se você está construindo ou reformando, já sabe que não dá para fugir dos materiais que sobram na obra, certo? Por isso, é importante entender qual é a maneira correta de fazer a retirada de entulho de obra.

Para saber como descartar entulho de obra corretamente, continue a leitura deste post com a gente!

O que fazer com o entulho de obra?

Além de ajudar o meio ambiente e trazer economia na construção, o descarte de entulho de obra feito da forma correta é previsto em diversas legislações municipais e federais.

Entender esse processo é essencial para reduzir o impacto da sua obra no meio ambiente e adotar atitudes mais conscientes no dia a dia, mas o descarte não é a única solução eficiente.

Confira essas medidas para dar um novo significado ao entulho de obra e reduzir a produção de rejeitos:

  • Doe o que sobrar
  • Reaproveite materiais
  • Revenda

A nossa dica é já adotar medidas mais conscientes durante o planejamento das obras. Opte por soluções sustentáveis e tenha um planejamento bem definido para evitar o desperdício de materiais de construção.

Como descartar entulho de obra?

Todo material que sobra no final da construção e normalmente é descartado demanda uma atenção especial. O acúmulo de entulho pode prejudicar o andamento da sua obra, gerar gastos extras e ainda causar danos ao meio ambiente.

Quando fizer o planejamento de obra, lembre-se de tomar medidas para diminuir o desperdício de materiais e sempre orientar a equipe envolvida na construção sobre a retirada de entulho de obra. Confira essas dicas:

1. Verifique a legislação da sua cidade

A Política Nacional de Resíduos Sólidos e a Resolução CONAMA 307/2002 são as principais referencias para retirada de entulho de obra, mas vale lembrar que cada município possui regras diferentes de descartes.

Algumas cidades possuem os chamados ecopontos, pontos de coleta de entulho, enquanto outras fazem a retirada domiciliar em alguns casos, o que pode facilitar muito.

2. Separe corretamente o material

Outra questão importante é separar corretamente os materiais antes do descarte. Resíduos recicláveis (tijolos, telhas, concreto) podem ser reutilizados ou encaminhados a aterros da classe A.

Outros materiais recicláveis, como papel, plástico e metais podem ser encaminhados à cooperativas. Já os produtos químicos e que trazem riscos maiores ao meio ambiente (solventes, óleos e tintas, por exemplo) possuem indicações específicas, não se esqueça de consultá-las.

3. Regras para quem mora em condomínio

Se você mora em um prédio ou condomínio é preciso consultar as regras internas e planeje-se para atender aos requisitos de forma correta. Neste caso, é importante cuidar para não atrapalhar a rotina dos outros condôminos também.

Viu só como é simples? Se quiser deixar a sua obra ainda mais sustentável, opte por materiais sem produção industrial, como o fulget tradicional.

O piso fulget é ideal para quem busca um visual único com muita funcionalidade: o material é antiderrapante, atérmico (não retém calor) e ainda é muito resistente.

Garanta o seu piso agora mesmo! Acesse o site da Conspem e aproveite para conhecer o modelo de fulget acrílico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Em função da pandemia do Corona Vírus, todos os colaboradores estão atendendo em Home Office.

Para atendimento ligue para os números:
Depto. Comercial - (11) 95389-0148
Depto. Financeiro - (11) 98383-8132
Depto. Administrativo - (11) 95389-0149

Agradecemos a Compreensão

A Conspem atua no mercado há mais de 30 anos, especializada em revestimentos de paredes e pisos com Fulget Tradicional (Granito Lavado Fultec) e Granilha (Fulget Acrílico), além de reformas em fachadas.

Contato

Atendimento:
(11) 2094-4742
(11) 2092-9682
(11) 2092-9528
(11) 2094-3692
(11) 2092-2228

e-mail:
[email protected]

Rolar para cima