Jardim vertical

Confira as melhores plantas para montar o seu jardim vertical!

Você já deve ter ouvido falar sobre o jardim vertical por aí e talvez até desejado ter um em casa, não é mesmo? Nós te entendemos: essa tendência do universo da decoração é capaz de transformar qualquer ambiente com muita personalidade, estilo e aquela deliciosa sensação de aconchego que todo lar deve ter.

É por isso que este post é dedicado ao tema! Nele, vamos te contar tudo o que você precisa saber para montar o seu jardim vertical: quais são os principais modelos, como fazer e quais as melhores plantas para compor o espaço. 

Pronto para conferir tudo isso? Então continue a leitura deste conteúdo e fique atento a todas as nossas dicas!

Como montar um jardim vertical?

Para montar um jardim vertical você precisa considerar alguns fatores importantes e é sobre eles que nós vamos falar agora. Anote essas dicas aí:

1. Escolha um lugar na casa

Um dos principais responsáveis pelo sucesso do jardim vertical é a versatilidade proporcionada pela estrutura, que permite a qualquer um trazer a natureza para mais perto. Seja em áreas internas ou externas da casa, em imóveis grandes ou apartamentos pequenos, o seu jardim vai se dar bem em qualquer lugar, desde que tenha as condições necessárias para o seu desenvolvimento.

A dica é escolher um cantinho com ventilação e luminosidade naturais adequados, lembrando sempre que cada espécie tem uma relação diferente com as condições do ambiente. Atente-se também para montar o seu jardim deixando espaço para o crescimento das plantas.

2. Decida qual tipo de jardim deseja montar

Existem vários modelos de jardim vertical e você pode escolher aquele que melhor se encaixa com o seu gosto pessoal e também com o espaço disponível na sua casa. Para te ajudar, listamos os 3 tipos mais comuns de jardim vertical:

  • Parede verde: a parede verde tem o objetivo de tornar o visual o mais natural possível, por isso não deixa nenhuma estrutura aparente. A ideia é realmente montar uma parede toda composta por plantas, quase como uma pequena floresta em casa. É muito comum usar apenas uma espécie neste modelo.
  • Estrutura a mostra: outra opção é manter a estrutura a mostra e utilizá-la como complemento à decoração junto com as plantas escolhidas para o seu jardim vertical. Aqui vale misturar espécies e escolher uma estrutura com o visual que deseja imprimir: se quer uma decoração mais rústica, pallets e pedaços de madeira são perfeitos, já se quer algo mais moderno, painéis em metal ou plástico modular são excelentes opções.
  • Vasos suspensos: outra forma de montar o seu jardim vertical é deixando os vasos a mostra e suspensos. Essa ideia permite um jardim mais arejado, com espécies variadas e ainda possibilita uma projeção extra na decoração.
    Você pode deixar os vasos presos diretamente nas estruturas, em prateleiras, estantes ou até mesmo escadas. Outra opção é pendurar vasos no teto – você pode até utilizar canos PVC ou garrafas pet para criar esse visual. 

3. Selecione as espécies que vão compor o seu jardim

Agora que você já escolheu um cantinho e o modelo do seu jardim, é a hora de decidir quais plantas vão compor esse espaço tão especial no seu lar. Existem muitas espécies que podem funcionar bem no jardim vertical, mas aquelas que crescem nessa posição naturalmente são as mais indicadas.

Lembre-se também de entender as necessidades de cada espécie para certificar-se de que elas terão um bom desenvolvimento no seu jardim. Além disso, procure escolher plantas com preferências parecidas para conseguir promover um ambiente saudável para todas: se escolher uma planta que gosta mais de luz, procure por outras que seguem esse padrão. 

Vamos indicar algumas plantas para jardim vertical ainda neste post, continue com a gente até o final para conferir!

Plantas para jardim vertical: saiba quais são as melhores espécies!

Como prometemos, listamos algumas das espécies mais indicadas para jardim vertical e agora nós vamos compartilhar todas elas com você. Dá só uma olhada nas dicas e escolha a sua favorita:

1. Samambaia

Começando por um modelo muito conhecido: as samambaias são as queridinhas de muitas pessoas e são perfeitas para compor jardins verticais. Sua folhagem volumosa é capaz de cobrir os vãos das estruturas, por isso é a combinação perfeita para quem deseja criar uma parede verde. 

As samambaias não gostam tanto da luz do sol, por isso se dão muito bem em ambientes internos com iluminação indireta. Além disso, são muito resistentes e versáteis. 

2. Jiboia

A jiboia também é uma planta pendente e forma cascatas com suas folhagens conforme cresce. Assim como a samambaia, essa espécie também é perfeita para dar volume ao seu jardim vertical e por isso é perfeita para compor as paredes verdes. 

Apesar das semelhanças com as samambaias, as jiboias gostam bem mais de luz solar, mas também são bem versáteis e vão se adaptar bem em locais de meia-sombra. Outro ponto importante é que elas gostam de umidade, por isso opte por locais mais arejados e regue-as com a frequência adequada.

3. Véu-de-noiva

A planta conhecida como véu-de-noiva é perfeita para trazer mais delicadeza ao seu jardim vertical. O nome vem dos pequenos pontos brancos que a espécie carrega na ponta de seus ramos e de seu crescimento pendente. 

Essa espécie gosta de locais mais arejados e prefere a luz solar indireta, por isso é uma boa opção para jardins verticais montados em ambientes internos. Ah, apesar de sua delicadeza, a véu-de-noiva cresce em abundância, por isso ajuda a criar volume no seu jardim. 

4. Colar-de-pérolas

A espécie colar-de-pérolas também é pendente e apresenta um visual incrível com seus ramos repletos de contas verdes que realmente remetem a um colar de pérolas. Elas são bem versáteis e vão trazer muita personalidade ao seu jardim.

A colar-de-pérolas prefere mais o sol, mas também vai se adaptar bem em ambientes mais frescos e com temperaturas mais amenas. 

5. Dinheiro-em-penca

Ideal para os jardins montados em ambientes internos, a espécie conhecida como dinheiro-em-penca apresenta folhas menores, mas bastante volumosas. Segundo a crença popular, essa plantinha traz muita sorte e abundância.

Ela gosta de locais úmidos e não se dá muito bem quando exposta ao sol, que pode queimar suas folhas. Dê preferência aos lugares de meia-sombra se optar por essa espécie. 

 

Gostou das nossas dicas? Conta aqui nos comentários qual foi a sua espécie preferida e já corre para colocar tudo em prática e montar o seu jardim vertical!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Em função da pandemia do Corona Vírus, todos os colaboradores estão atendendo em Home Office.

Para atendimento ligue para os números:
Depto. Comercial - (11) 95389-0148
Depto. Financeiro - (11) 98383-8132
Depto. Administrativo - (11) 95389-0149

Agradecemos a Compreensão

A Conspem atua no mercado há mais de 30 anos, especializada em revestimentos de paredes e pisos com Fulget Tradicional (Granito Lavado Fultec) e Granilha (Fulget Acrílico), além de reformas em fachadas.

Produtos

Últimas Obras

Contato

Atendimento:
(11) 2094-4742
(11) 2092-9682
(11) 2092-9528
(11) 2094-3692
(11) 2092-2228

e-mail:
comercial@conspem.com.br

Rolar para cima